• VTEM Image Show
  • VTEM Image Show
  • VTEM Image Show

Brasil e Argentina assinam protocolo em defesa dos trabalhadores dos frigoríficos

 

A NR 36 dos Frigoríficos e a aposentadoria aos 25 anos de trabalho no setor visam a melhorar as condições de trabalho em frigoríficos tanto na Argentina quanto no Brasil
O Brasil e a Argentina assinam um Protocolo de intenções de unificação de luta para a implantação na Argentina da NR 36 dos Frigoríficos (hoje em vigor no Brasil) e a implantação da aposentadoria aos 25 anos de trabalho no setor (vigente na Argentina),

durante a presença da comitiva brasileira ligada aos trabalhadores dos frigoríficos no encontro Bi-Nacional Argentina / Brasil, realizado dias 27 e 28 de novembro, em Buenos Aires.
 
Assinaram o documento o procurador-geral do trabalho Luís Antônio Camargo de Melo, do Ministério Público do Trabalho do Brasil, o Ministro do Trabalho da Argentina, Carlos Tomada, e o secretário-regional da União Internacional dos Trabalhadores nas Indústrias da Alimentação (UITA), Gerardo Iglesias.
 
Conforme o presidente do Sindicato da Alimentação de Criciúma e região (SINTIACR), Célio Elias, membro da comitiva brasileira, o encontro proporcionou grande debate sobre a Lei de aposentadoria aos 25 anos hoje existente na Argentina, e a intenção dos sindicalistas em lutar para trazer esta realidade para o Brasil.
 
“Comprometemo-nos ainda em unir forças para melhorar as condições de trabalho em frigoríficos tanto na Argentina quanto no Brasil”, disse o sindicalista.
 
Para Célio Elias, foi dado hoje um grande passo para a luta contra o número de trabalhadores adoecidos e muitas vezes mutilados nas linhas de produção dos frigoríficos, em ambos os países.
 
Fonte: SINTIACR, 17 de dezembro de 2014